Todos nós achamos uma vez ou outra que até vale a pena queimar as gordurinhas a mais. Ginásio, dietas e sexo são algumas das opções que temos para perder um quilinhos. A mais óbvia e acessível, contudo, é dar umas valentes corridas. Para o fazer apenas precisa de umas sapatilhas, roupa confortável e um espaço para o fazer. Como em princípio não temos leitores em Beirute ou Afeganistão, posso dizer com propriedade que para correr, qualquer espaço aberto e sem carros pode ser opção.  

Bom, mas este post não é o apanágio às corridas, mas sim um alerta sobre algo que as pessoas tendem a esquecer – a roupa adequada para esta prática. Deixo então algumas dicas, apresentadas pelo Professor Jorge Roig, catedrático de fisiologia de esforço e nutrição desportiva. 

Use sempre roupa leve para correr.

 Se o dia estiver fresco, utilize várias camadas de roupa de forma a que à medida que o calor corporal aumentar, a possa ir tirando até alcançar uma temperatura confortável. 

O líquido que perde quando corre deve evaporar-se, sendo isso, o que arrefece realmente o corpo. A roupa de nylon não permite a evaporação, pelo contrário, só desidrata. 

Não se esqueça de se refrescar sempre que sinta necessidade. 

Molhe frequentemente o pescoço, a cara e os pulsos, para baixar a temperatura corporal. 

Não coma alimentos salgados antes de correr. Aumentam a desidratação dos músculos, gerando fadiga e lesões. 

E agora, boas corridas!